Funciona ou não funciona: tratamentos para a CELULITE



Você não está sozinho(a)! Celulite é uma coisa normal, todo mundo tem, e muita gente já pesquisou milhões de tratamentos milagrosos pra se livrar do problema.


A Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) define a celulite como um termo popular pra lipodistrofia ginoide. Esse nome complicado nada mais é do que um depósito de gordura sob a pele, principalmente entre mulheres e nas regiões em que o estrógeno (hormônio feminino) mais atua: quadris, coxas, nádegas, mamas e parte inferior do abdômen.


A própria SBD reforça que não existe uma única causa plenamente conhecida para o problema, mas que é preciso considerar a relevância de fatores como a etnia (mais comum em pele branca), genética, problemas circulatórios, alterações hormonais, metabolismo e estilo de vida (alimentação, sedentarismo e estresse).


QUAIS OS TRATAMENTOS PARA A CELULITE?


Antes de qualquer coisa, você precisa consultar um dermatologista para avaliar o caso cuidadosamente e, só assim, dar início a um tratamento. A recomendação vai depender bastante da região do corpo, grau de flacidez, número e profundidade das cavidades, sua saúde geral e muitos outros fatores.


Aqui está um resumo das principais intervenções conhecidas atualmente e o que a Academia Americana de Dermatologia tem a nos dizer sobre cada uma:


  • Terapias com ondas acústicas: é uma técnica que tem apresentado eficácia no combate à celulite, mas você precisa de um número maior de sessões para chegar aos resultados.


  • Terapias com radiofrequência: essas, por outro lado, não são as mais recomendadas. O tratamento consiste em aquecer e massagear o local para aumentar a produção de colágeno e corrigir as marcas. Apesar de suavizar a celulite, os efeitos têm curta duração e também dependem de muitas sessões.


  • Tratamentos a laser: ótimas alternativas! Em geral, eles atuam para romper as faixas fibrosas que retraem a pele e provocam a celulite, e tendem a apresentar uma durabilidade maior. São várias opções disponíveis atualmente, por isso é fundamental consultar um dermatologista para encontrar o que funciona melhor para o seu caso.


  • Mudança de hábitos: essa é, sem dúvida, a principal aliada de qualquer tratamento. O excesso de peso deixa a celulite mais visível e dificulta a aplicação de algumas técnicas. Por outro lado, investir nos exercícios e trocar a gordura pelos músculos vai fazer com que você dê firmeza para a pele e note bons resultados na estética.


  • Carboxiterapia: essa aplicação de gás CO2 também ajuda em alguns casos. O único ponto de atenção é que as peles mais sensíveis podem sentir um desconforto maior durante a sessão.


  • Cremes e suplementos: aqui está uma alternativa bem comum, até porque se mostra mais acessível socialmente falando. Mas será que vale? Com os cremes, os resultados são muito pequenos e não servem para os casos mais avançados. Já os suplementos, pra ser sincera, nem vale a pena tentar! Muitos vendem fórmulas “milagrosas” que, de fato, não agregam em nada.


  • Criolipólise e mesoterapia: esses procedimentos consistem em, respectivamente, congelar a gordura ou aplicar determinadas substâncias na área tratada. Não, gente! Existem outras opções.


Caso tenha alguma dúvida, podemos agendar um horário para avaliar seu caso. Estou à disposição! Você pode entrar em contato pelo telefone (34) 3217-8394 ou WhatsApp (34) 99317-8394.


Dra. Monique Naves

CRM MG 57040 RQE 45099⠀

18 visualizações0 comentário