10 possíveis razões para sua rosto estar vermelho


Chegou até esse conteúdo porque não consegue identificar a causa da vermelhidão no seu rosto? Aqui eu te apresento 10 possíveis (e isso não quer dizer que todos eles sejam comuns!) motivos para isso.


Dermatite seborreica

A dermatite seborreica é uma doença de pele comum e causa erupções avermelhadas, principalmente no rosto. Quando essa é a causa da vermelhidão é comum que se note um aspecto de oleosidade na pele, mas ela também pode parecer seca e escamosa.


Como tratar: O tratamento pode incluir o uso de xampu anti-caspa e remédios de uso tópico por um curto período de tempo.


Rosácea

Os sintomas geralmente começam com uma tendência a enrubescimento (ou seja, ficar vermelho com facilidade). Se a condição progredir, você notará que a vermelhidão em seu rosto dura mais - ou nunca desaparece.


Como tratar: Embora a rosácea não possa ser curada, o tratamento visa a diminuição da vermelhidão. Mas para indicação do tratamento correto é necessário, antes disso, identificar o tipo de rosácea.


O tratamento se inicia com sabonetes adequados; protetor solar com elevada proteção contra UVA e UVB e com veículo adequado à pele do paciente; e uso de antimicrobianos tópicos (metronidazol) e antiparasitários. Em casos mais graves podem ser usados medicamentos como antibióticos ou medicamentos anti-acne para controlar e reduzir os sintomas.


Dermatite de contato

Além da vermelhidão é possível notar que ao tocar a pele ela fica irritada e/ou causa uma reação alérgica. Essa é uma condição comum e que pode ser agravada pelo uso de sabão ou tintura de cabelo, por exemplo. Mas os fatores que mais costumam desencadear o problema são: hera venenosa, fragrâncias e látex.


Se você sente que é tem uma pele sensível, quase como se fosse alérgico ao que toca seu rosto, deve ficar atento e buscar avaliação de um dermatologista.


Como tratar: em geral essa erupção tende a desaparecer espontaneamente quando você para de expor sua pele ao que está causando a reação. No entanto, por se tratar de uma reação que pode ser desencadeada por tantos produtos, incluindo aqueles de uso diário ou constante e até mesmo fatores ambientais, pode ser um desafio descobrir o que está causando a erupção.


Reação a um medicamento

Reações adversas a medicamentos podem causar vermelhidão semelhante à de queimaduras solares. Uma causa comum é o uso contínuo de um medicamento chamado hidrocortisona em creme (um esteroide).


Como tratar: sempre verifique as informações que acompanham o medicamento para ver se você deve ficar longe do sol. Isso pode ser tudo que você precisa fazer para se livrar do aspecto indesejado de queimadura.


Dermatite atópica

Geralmente chamada de eczema, essa é uma condição que pode causar uma erupção cutânea repentina. A erupção costuma vir acompanhada de ressecamento, descamação e coceira. Vale destacar que esse é um quadro frequente em bebês, que costumam desenvolver essa erupção cutânea nas bochechas.


Como tratar: não há cura para a dermatite atópica, mas o tratamento pode ajudar a limpar a pele. Um dermatologista certificado pode desenvolver um plano de tratamento sob medida para as necessidades de uma criança (ou adulto).


Psoríase

Essa é uma condição que faz com que o corpo produza novas células da pele em dias, em vez de semanas. À medida que essas células se acumulam na superfície da pele, você pode ver manchas elevadas e escamosas que aparecem, em geral, no couro cabeludo, cotovelos e joelhos.


Como tratar: essa é uma doença inflamatória crônica cíclica e sem cura, porém com diferentes tratamentos que podem controlá-la e melhorar a qualidade de vida de seus pacientes.


Veias de aranha

Nada mais é do que o resultado de longa exposição solar ao longo dos anos de forma desprotegida. Os raios nocivos podem danificar a pele e com o passar dos anos, esse dano se acumula podendo tornar pequenos vasinhos no rosto evidentes.


Como tratar: tratamento a laser pode ser uma indicação para esses casos, no entanto um dermatologista deve ser consultado. Os procedimentos médicos, como o tratamento a laser, são mais bem realizados no consultório de um médico licenciado, como um dermatologista credenciado.


Cobreiro

Tradicionalmente conhecido como cobreiro, essa doença leva o nome de Herpes Zoster e causa uma erupção cutânea dolorosa e com bolhas, que pode aparecer em qualquer parte da pele, incluindo o rosto.


Como tratar: A erupção tende a desaparecer por conta própria, mas o tempo é variável e pode ser de um mês até anos, o que torna o tratamento especialmente importante. Além disso, quando as erupções surgem no rosto podem haver danos irreversíveis para a visão caso não seja tratada.


Tomar um medicamento antiviral pode salvar sua visão e prevenir dores nos nervos de longa duração. Sem tratamento, a dor nos nervos pode durar meses ou anos. Tomar a vacina contra catapora na infância ou contra herpes zoster na vida adulta minimiza o risco de desenvolver a doença.


Lúpus

O lúpus é uma doença autoimune. Isso significa que o próprio sistema imunológico de seu corpo reconhece partes do seu corpo como algo estranho e ataca essa parte do corpo. É por isso que quando alguém tem lúpus, o sistema imunológico pode atacar diferentes órgãos. Possíveis sinais de lúpus são vermelhidão e inchaço na pele.


Uma curiosidade é que algumas pessoas com lúpus desenvolvem uma erupção cutânea em forma de borboleta.


Como tratar: Um dermatologista credenciado pode dizer se o lúpus está afetando sua pele. De acordo com o diagnóstico poderá desenvolver um plano de tratamento para ajudar a eliminar a vermelhidão do rosto.


Câncer raro

Por último deixei uma situação beeem mais rara: um linfoma raro que resulta da chamada síndrome de Sézary. Esse é um tipo de linfoma cutâneo de células T (LCCT), que é um câncer raro. O CTCL começa em um tipo de glóbulo branco chamado linfócito T (célula T). Os sinais desse câncer começam na pele porque a maioria das células T é encontrada na pele.


Como tratar: para se livrar da vermelhidão é necessário tratar o câncer. Você pode


Como você deve ter notado no decorrer desse conteúdo, sempre que surgirem sinais de irritação da pele ou vermelhidão, o ideal é buscar ajuda de um especialista! Um dermatologista certificado poderá criar um plano de tratamento adequado às suas necessidades de acordo com o diagnóstico traçado.


Fontes:

Academia Americana de Dermatologia

Sociedade Brasileira de Dermatologia



69 visualizações0 comentário