Como o MMP capilar pode tratar a calvície?


A calvície é o temor de muitos homens que começam a “ver a testa crescer” com o passar dos anos. Para não ter que recorrer a nenhum corte de cabelo de gosto questionável, a ciência tem ajudado a desvendar novas soluções para o problema. Uma delas é MMP (sigla para Microinfusão de Medicamentos na Pele), continue lendo para descobrir como funciona. Primeiramente, vamos aos fatos:

Apesar de ser uma velha conhecida dos homens, a calvície também é uma ameaça à vaidade feminina. Segundo dados da Sociedade Brasileira do Cabelo, 50% das mulheres têm alguma queixa relacionada à queda de cabelos. Já a calvície propriamente dita (a rarefação aguda dos fios) é mais rara e atinge 5% da população feminina.


O mais complicado de toda essa história é que não dá para prevenir o problema. Mas como já disse, graças a novas técnicas e conhecimentos, já é possível tratar ou, em alguns casos, retardar o processo.


O QUE É O MMP?

MMP é a sigla para Microinfusão de Medicamentos na Pele, um tratamento que  capaz de inserir medicamentos ativos diretamente no local em que é necessária essa aplicação.


Para isso, utilizamos uma máquina de tatuagem de fabricação alemã com 27 agulhas na extremidade. Com isso, tanto a velocidade quanto a profundidade (0,1 a 2 mm) de penetração pode ser finamente controlada pelo médico.


Falando assim pode gerar um pouco de medo, né? Mas pode respirar aliviado porque a tecnologia é pensada para que o tratamento seja feito de maneira menos dolorida e mais eficiente.


COMO O MEDICAMENTO FUNCIONA CONTRA A CALVÍCIE?

Em geral, são utilizadas duas substâncias no tratamento: finasterida e minoxidil, que é um vasodilatador que aumenta o calibre dos vasos sanguíneos, melhorando a circulação.


Com a aplicação direta de finasterida no couro cabeludo há uma diminuição da conversão de testosterona e hidrotestosterona, hormônio que causa atrofia dos fios, e isso impede o avanço da doença. Além disso, o tratamento ajuda na entrega de vitaminas essenciais para a saúde dos fios, como, por exemplo, a biotina.

Além disso, o tratamento serve para formar uma neovascularização, ou seja, faz com que se formem novos vasos sanguíneos em em áreas traumatizadas do tecido do couro cabeludo e acaba aumentando a vascularização e a oxigenação daquele tecido. Com o auxílio do minoxidil na composição, a dilatação dos vasos sanguíneos facilitam a chegada de oxigênio, nutrientes e todos os compostos aos folículos capilares.


POR QUE É TÃO INDICADO PARA HOMENS?

Esse é um procedimento recomendado para homens principalmente por não ter os mesmos efeitos colaterais da ingestão oral de medicamentos como a finasterida.


Por se tratar de uma substância que interfere na testosterona, a finasterida pode causar redução da libido, impotência e problemas na ejaculação, entre outros. No tratamento com MMP isso não acontece porque a finasterida é injetável e age no local.


Apesar disso, há que se fazer ressalvas. Ainda que seja uma das principais tecnologias no tratamento de calvície, tanto de homens quanto de mulheres, o tratamento é contraindicado para pessoas que apresentem distúrbios de coagulação, por exemplo.


A respeito do tratamento, vale ressaltar que as aplicações podem ser feitas quinzenalmente ou mensalmente, variando de acordo com a necessidade do caso de cada paciente.


Ficou com alguma dúvida? Vamos conversar sobre isso!

42 visualizações0 comentário