Mãos ressecadas: aprenda a combater esse efeito do álcool em gel



Após mais de um ano de pandemia, todos nós seguimos com o hábito de higienizar as mãos frequentemente, seja com água e sabão ou álcool em gel. E assim devemos continuar, claro, já que essa medida é fundamental para combater não apenas o coronavírus, mas diversos vírus e bactérias que colocam nossa saúde em risco.


No entanto, como dermatologista, preciso fazer um alerta. A lavagem frequente das mãos pode tirar boa parte da camada protetora da pele e causar alguns incômodos – e que fique claro, isso não significa, em hipótese alguma, que você deve abandonar esse costume, ok?


Os efeitos mais comuns na pele seca são descamações, coceira, rachaduras e, em alguns casos, até mesmo um sangramento. Quando há feridas abertas, facilitamos a entrada de bactérias e aumentamos o risco de infecção.


Para evitar problemas, trouxe para você uma lista bem simples, mas muito importante, de quais cuidados manter para combater o ressecamento da pele em função da higienização e uso do álcool em gel. Essas orientações vieram da Academia Americana de Dermatologia e são muito efetivas. Veja só:


  1. Lave as mãos por pelo menos 20 segundos em água morna. Certifique-se de que você está higienizando todos os cantos, unhas e pontas dos dedos, de preferência com um sabão neutro e sem cheiro.

  2. Seque as mãos com uma toalha limpa ou papel, mas considere deixar a pele um pouco úmida. Você pode deixar essas gotículas restantes secarem ao ar livre, não há problema algum nisso.

  3. Na sequência, pelo menos duas vezes ao dia, utilize uma pomada ou creme hidratante para as mãos. Priorize um que tenha óleo mineral, seja hipoalergênico e também não tenha cheiro. Verifique também se todos os cantos foram contemplados, ok?

  4. Caso você higienize a mão com álcool, é fundamental passar o hidratante imediatamente após o álcool, já que ele seca muito mais rápido e é um pouco mais “agressivo” à pele.

  5. Sempre que puder, priorize água e sabão. Deixe o álcool em gel para os momentos em que não tenha uma pia por perto.

  6. Quando sua mão estiver muito ressacada, evite coçá-la com a unha, já que isso aumenta os riscos de machucar e abrir feridas.


A dica final que eu tenho pra te dar também é muito importante. Consulte sempre um dermatologista! Além de acompanhar qualquer problema na sua pele, esse profissional também pode indicar o sabonete e creme indicados para o seu perfil, potencializando os resultados da hidratação.


Continue firme nos seus hábitos de prevenção e, caso tenha alguma dúvida, estou à disposição para conversarmos no meu consultório. Você pode agendar um horário pelo telefone (34) 3217-8394 ou WhatsApp (34) 99317-8394.


31 visualizações0 comentário