O QUE É PSORÍASE?

Atualizado: 30 de Out de 2020



A psoríase é uma doença autoimune que manifesta por meio de manchas e descamações da pele em qualquer parte do corpo, especialmente em regiões como couro cabeludo, unhas, mãos, pés, cotovelos e joelhos.


Ela pode ser bem parecida com a micose, mas diferentemente não é contagiosa. Confira os sintomas:

Manchas vermelhas com escamas secas esbranquiçadas ou prateadas;

Pequenas manchas brancas ou escuras residuais após lesões;

Pele ressecada e rachada; às vezes, com sangramento;

Coceira, queimação e dor;

Unhas grossas, sulcadas, descoladas e com depressões puntiformes;

Inchaço e rigidez nas articulações.

No entanto, a pele é apenas a ponta do iceberg. Hoje já não podemos pensar na psoríase apenas como uma doença de pele, já que o mesmo processo inflamatório que desencadeia esses sintomas pode, por exemplo, comprometer as articulações (segundo dados da OMS, até 34,7% dos pacientes com a doença desenvolvem artrite psoriática), o metabolismo, o intestino, o coração e até mesmo a mente (causando ansiedade e depressão).


A importância de falar sobre essa doença está no fato de que, apesar de comum, ainda existe um estigma muito grande na doença e muitos mitos a rondam, Segundo dados da ONG Psoríase Brasil a psoríase atinge 5 milhões de pessoas no Brasil, mas, ainda assim, boa parte das pessoas não recebe informações de qualidade sobre o que de fato é o problema.

Continue lendo para quebrar todos os mitos que ainda rondam a psoríase.


Alerta: Existe mais de um tipo de psoríase, por isso consulte um dermatologista e garanta o melhor tratamento para o seu caso!


PSORÍASE TEM CURA?

A psoríase é uma doença cíclica e não tem cura! Ou seja, seus sintomas desaparecem e reaparecem periodicamente, por isso não deixe de procurar tratamento caso ela desapareça por algum tempo - ela certamente voltará.

A psoríase tem tratamento e com o acompanhamento de uma equipe multidisciplinar (que envolve dermatologista, reumatologista e cardiologista) o paciente pode ter sua qualidade de vida preservada através do manejo das crises e seus sintomas.


QUAIS OS TRATAMENTOS?

O tratamento da psoríase é extremamente individualizado, uma vez que existem diferente manifestações da doença e que cada pessoa demonstra sintomas e reage ao tratamento de uma forma muito particular. Para isso, o melhor é contar com um dermatologista de confiança, esse profissional vai te acompanhar, analisar seu quadro e adequar o tratamento às suas necessidades.


Vale dizer que o tratamento é essencial para manter a qualidade de vida. Veja o que geralmente é indicado para cada nível de psoríase:


Nos casos leves: hidratar a pele, aplicar medicamentos tópicos apenas na região das lesões e exposição diária ao sol, nos horários e tempo adequados e seguros, costuma ser o suficientes para melhorar o quadro clínico e promover o desaparecimento dos sintomas.


Nos casos moderados: quando apenas as para quadros leves não melhorarem os sintomas, o tratamento com exposição à luz ultravioleta A (PUVA)  ou ultravioleta B (banda estreita) podem ser uma boa solução. Esse tratamento utiliza combinação de medicamentos que aumentam a sensibilidade da pele à luz, os psoralenos (P), com a luz ultravioleta A (UVA), geralmente em uma câmara emissora da luz. A sessão da Puvaterapia demora poucos minutos e a dose de UVA é aumentada gradualmente, dependendo do tipo de pele e da resposta individual de cada paciente à terapia. O tratamento também pode ser feito com UVB de banda estreita, com menores efeitos adversos, podendo, inclusive, ser indicado para gestantes.


Nos casos graves: é necessário iniciar tratamentos com medicação via oral ou injetável.


Fonte: SAÚDE

SBD (http://www.sbd.org.br/dermatologia/unhas/doencas-e-problemas/psoriase/94/)

Pfzer (https://www.pfizer.com.br/noticias/ultimas-noticias/psoriase-melhora-com-exposicao-ao-sol)

22 visualizações0 comentário