Peeling químico: cuidados após o procedimento



Quem nunca se olhou no espelho e percebeu que precisava de uma ajudinha a mais com manchas na pela e linhas de expressão, não é verdade?


E entre tantos procedimentos estéticos disponíveis para enfrentar esses problemas, o peeling químico é certamente um dos mais procurados nos consultórios das dermatos. Em geral, ele requer poucas sessões e já apresenta bons resultados após a primeira semana de aplicação.


Neste artigo, separei as principais informações sobre o tratamento, alguns pontos de atenção para aproveitar melhor os resultados e as dicas fundamentais para se recuperar com segurança!


Lembre-se que nenhuma orientação substitui uma boa consulta, ok?


COMO FUNCIONA O PEELING QUÍMICO?


O termo “peeling” vem do inglês “to peel”, que significa “descamar”. Isso já nos dá indícios bem claros do que o procedimento provoca na pele.


Na prática, o peeling químico consiste em aplicar algumas substâncias (ácidos) nas camadas da pele (superficial, média e profunda) para estimular a renovação das células e combater os sinais do envelhecimento precoce. De acordo com a Academia Americana de Dermatologia (AAD), esse tratamento também costuma ser utilizado para combater certos tipos de acne, manchas causadas pelo sol, sardas e melasma.


Para saber se o peeling químico é indicado para a sua pele e suas queixas, é importante consultar uma dermatologista e fazer uma avaliação completa.


No dia da sessão, com a pele bem limpa, a dermato aplicará as substâncias corretas de maneira segura e cautelosa, sempre respeitando suas necessidades individuais. É exatamente por esses detalhes que devemos buscar um profissional capacitado e experiente no assunto!


QUAIS SÃO OS POSSÍVEIS EFEITOS COLATERAIS?


O peeling químico pode ser aplicado em diferentes camadas da nossa pele. Quanto mais profunda for a ação do produto, mais aparentes serão os resultados, porém maiores serão as chances de apresentarmos algum desconforto ou complicação.


É bom reforçar que todo procedimento estético oferece algum nível de risco para a pele. Nós diminuímos essas probabilidades fazendo as avaliações adequadas, escolhendo um médico especializado e nos certificando de que todos os cuidados após a sessão serão tomados.


Em geral, o peeling químico pode causar vermelhidão, sensibilidade no local tratado e pequenas manchas temporárias. Os efeitos mais graves, segundo a AAD, normalmente aparecem quando o paciente não cuida da maneira correta.


QUAIS OS CUIDADOS APÓS O PEELING QUÍMICO?


Ao terminar uma sessão de peeling químico, é fundamental seguir todas as orientações da dermatologista para não só prolongar o resultado, como também manter a pele segura e saudável.


Anote as dicas da AAD:


  • Peeling superficial: a cicatrização ocorre de 3 a 7 dias, e é normal que a pele fique levemente vermelha nas primeiras horas. Geralmente são necessárias mais sessões para atingir o resultado final.


  • Peeling médio: a cicatrização ocorre de 7 a 14 dias, podendo ainda apresentar inchaço, crostas e descamação na primeira semana.


  • Peeling profundo: por ser ainda mais intenso, a cicatrização pode levar até 21 dias. É comum a indicação de medicamentos antivirais e pomadas cicatrizantes durante esse período. Não se esqueça de ir às consultas de retorno.


  • O protetor solar é fundamental do início ao fim do tratamento. A exposição à radiação UV sem proteção causa manchas e prejudica bastante o bem-estar da pele que passou por um peeling químico. Escolha um bom produto, use diariamente e reaplique sempre que for preciso.


  • Evite coçar ou esfregar a área tratada.


  • Aplique um hidratante indicado pelo médico para evitar o ressecamento e irritação da pele.


  • Evite piscinas, banho de mar e, principalmente, as câmaras de bronzeamento artificial. Todas estas podem causar infecções.


  • Não cutuque e nem tente tirar as “casquinhas” que podem aparecer.


  • Capriche na ingestão de água para ajudar na hidratação.


  • Evite maquiagens e outros cosméticos nos primeiros dias. Converse com a dermato sobre o momento mais seguro de retomar o uso.


  • Use compressas frias para ajudar a acalmar a pele.


  • Procure atendimento médico caso note algum sintoma fora do normal.


Caso tenha alguma dúvida sobre esse ou qualquer outro assunto, lembre-se que estou à disposição. Podemos agendar um horário no meu consultório pelo telefone (34) 3217-8394 ou WhatsApp (34) 99317-8394.


Dra. Monique Naves

CRM MG 57040 RQE 45099⠀


16 visualizações0 comentário