Veja como o ANTICONCEPCIONAL afeta a sua pele



Uma pergunta para as mulheres aqui: vocês conhecem pelo menos uma pessoa que usa anticoncepcional oral, acertei? O anticoncepcional oral (pílula) é o método contraceptivo reversível mais utilizado pelas mulheres no Brasil, e tem eficácia de 99% quando usado da forma correta!


Parece bom, não é? Depende!


É importante lembrar que os hormônios afetam o nosso corpo de forma integral, e já que os anticoncepcionais orais são hormônios, você provavelmente irá sentir os seus efeitos no seu humor, no seu peso e até mesmo na sua pele.


Por isso é importante fazer uma avaliação completa antes de optar por utilizar esse método, e conversar com uma dermatologista pode te ajudar a escolher a melhor opção para você.


Como o anticoncepcional afeta a sua pele?


Vamos por partes. O anticoncepcional oral pode afetar a pele por três maneiras:

  • Pela redução de hormônios androgênicos produzidos nos ovários e nas glândulas adrenais;

  • Pela limitação da quantidade de testosterona biologicamente ativa circulante;

  • O estrogênio reduz a produção de óleo nas glândulas sebáceas.


O anticoncepcional oral reduz a acne


Devido a menor produção de hormônios androgênicos e inativação da testosterona ativa, somada a redução da produção de óleo, as mulheres com acne podem se beneficiar do uso dos contraceptivos orais, principalmente quando tem uma concentração baixa de progesterona e alta de estrogênio.


Se você já tentou tratar a acne de outras maneiras, mas não conseguiu resultados satisfatórios, sofre com a piora excessiva de cravos e espinhas no período pré-menstrual ou tem os níveis de hormônios androgênicos aumentados devido a condições como, por exemplo, a síndrome do ovário policístico, você pode considerar o uso do anticoncepcional como tratamento (sempre acompanhado de um médico!).


O anticoncepcional pode causar melasma


Se você já sabe que tem tendência a ter manchas na pele ou melasma e têm parentes que sofrem com o problema, é preciso tomar cuidado antes de utilizar esse método de contracepção. Isso porque o estrogênio dos anticoncepcionais podem causar hiperpigmentação na pele, assim como acontece com as mulheres grávidas.


Se você tem essa predisposição, fale com o seu médico para que ele possa prescrever o melhor anticoncepcional para o seu caso, e tenha cuidado redobrado não só com a exposição solar, mas também a luz visível (emitida por telas de celular, computador e lâmpadas).


Mulheres que já tiveram melanoma maligno também devem evitar o uso de contraceptivos orais.


Redução da queda de cabelo


Não existem evidências claras de que o uso de anticoncepcionais pode causar a queda de cabelo, embora muitas pessoas acreditem nisso. No entanto, se você sofre de alopécia androgenética, o uso de contraceptivos orais aliados a outros tratamentos pode melhorar e estabilizar o quadro.

Os medicamentos com maior concentração de estrogênio e menor em progesterona são os mais indicados nesse caso.


Caso tenha alguma dúvida, estou à disposição para conversarmos no meu consultório. Você pode agendar um horário pelo telefone (34) 3217-8394 ou WhatsApp (34) 99317-8394.


32 visualizações0 comentário