top of page

Será que os hormônios podem piorar o MELASMA?


Manchas escuras no rosto e desconforto estético são alguns detalhes que fazem parte da vida dos pacientes com melasma, uma condição de pele mais comum em mulheres.


Com tantos estudos nos últimos anos, a medicina já descobriu diversos fatores de risco que contribuem para o surgimento ou piora desse quadro, como o excesso de sol sem proteção e a predisposição genética.


Mas será que os hormônios também estão por trás dos sintomas? Existe alguma relação que explique, por exemplo, porque o melasma é comum em mulheres grávidas?


Vem comigo que eu te conto tudo!


O QUE É MELASMA?


De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), o melasma é uma doença conhecida por provocar manchas de diferentes tonalidades na região do rosto (bochechas, testa, nariz e lábio superior), braços, pescoço e colo.


Em geral, essas manchas surgem entre os 20 e 40 anos, apresentam formato irregular e podem piorar consideravelmente caso o paciente não se trate da maneira correta.


Pensando nisso, após o diagnóstico, recomenda-se um acompanhamento constante com dermatologista e a mudança de hábitos no dia a dia para evitar os fatores de risco.


QUAIS AS CAUSAS?


O melasma não tem uma causa definida. Por outro lado, a ciência já descobriu que existem fatores que aceleram o surgimento e avanço das manchas. São eles:


  • Exposição exagerada ao sol sem proteção

  • Predisposição genética

  • Uso frequente de medicamentos anticonvulsivos

  • Uso de certas pílulas anticoncepcionais

  • Hipotireoidismo

  • Reações adversas a maquiagens e cosméticos

  • Reações adversas a certos antibióticos, anti-inflamatórios não esteroides (AINEs), diuréticos e retinóides.

  • Bronzeamento artificial


Além disso, conforme eu já havia adiantado no início deste artigo, o melasma é mais comum entre as mulheres (90% dos casos), podendo atingir até 30% das adultas em idade reprodutiva. Em grávidas, a prevalência pode chegar a 50%.


QUAL A RELAÇÃO DO MELASMA COM OS HORMÔNIOS?


Se você chegou até aqui em busca dessa resposta, aqui vai um resumo bem objetivo.


Quando se trata dessa conexão entre hormônios e melasma, podemos dizer que ainda há um longo caminho de estudos pela frente. De toda forma, já temos indícios de que SIM, eles interferem no quadro.


Uma revisão científica publicada no Journal of Cosmetic Dermatology revisitou diversas análises registradas por outros pesquisadores e percebeu que níveis elevados de progesterona e estrogênio, hormônios tipicamente femininos, estavam associados ao melasma em mulheres de idade reprodutiva.


De certa forma, isso ajuda a explicar, por exemplo, porque os casos são mais frequentes em grávidas, pacientes com disfunção no ovário e mulheres em uso de pílula anticoncepcional.


Pensando na saúde, prevenção e controle, é importante que todas façam um acompanhamento com dermatologista. Hoje em dia, existem excelentes opções de tratamento que combatem as manchas e ajudam a recuperar a autoestima de pacientes que convivem com a doença.


Eu estou à disposição para tirar suas dúvidas, examinar o seu caso e ajudar no que for preciso. Você pode marcar um horário no meu consultório pelo telefone (34) 3217-8394 ou WhatsApp (34) 99317-8394.


Dra. Monique Naves

CRM MG 57040 RQE 45099⠀


377 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page